domingo, 27 de junho de 2010

Pirata que invadiu conta de Obama no Twitter é condenado

Texto integral retirado de: Folha.com

A justiça da França condenou na quinta-feira (24) a cinco meses de liberdade vigiada o jovem francês acusado de ter se infiltrado na rede social Twitter e invadido a conta do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, em 2009.
François Cousteix, de 23 anos, mostrou-se aliviado com a pena e não apelará da decisão do Tribunal de Clemont-Ferrand.
A sentença, no entanto, é mais dura que a solicitada pelo Ministério Fiscal, que havia pedido apenas dois meses de pena por um delito que poderia ter custado até dois anos de prisão ao hacker.
Cousteix também invadiu a conta da cantora Britney Spears e de Evan Williams, criador do Twitter.
O jovem, que tem diploma de formação profissional em eletrônica, se defendeu alegando que não tinha destruído nada e que seu delito foi uma "ação preventiva para alertar os internautas" sobre a escolha de suas senhas de acesso.
Em algumas ocasiões, não é necessário invadir a conta na rede social: basta fingir que se esqueceu da senha e responder a uma pergunta de segurança, que pode ser tão óbvia como a cidade de nascimento do titular ou o nome de seu animal de estimação.
Cousteix foi detido em 24 de março deste ano pelas polícias francesa e americana especializadas em crimes na internet.
Pois é, meninada, agora já sabem: só pode invadir Twitter e afins de pé rapado. Sem discussão.

Um comentário:

  1. puxão de orelha no François: "ainda vai?!"

    hehehe.

    ResponderExcluir

Você não precisa ser da NASA pra comentar: